Natal: Sindguardas/RN se reúne com nova secretária da Semdes

Nesta terça-feira (28/4) a diretoria do Sindguardas/RN se reuniu com a secretária Mônica Santos, da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social de Natal (Semdes). Na ocasião, representantes do nosso sindicato solicitaram resposta aos ofícios protocolados nos anos de 2018 e 2019 durante a gestão anterior.

“Essa pauta de reivindicações envolve o aumento do auxilio alimentação de 10 para 20 reais, o cumprimento dos quinquênios atrasados, além da execução do Plano, do Conselho e do Fundo Municipal de Segurança Pública”, informa Souza Júnior, presidente do Sindguardas/RN.
Ele afirma ainda que a partir da pandemia do novo coronavírus, imediatamente a entidade sindical protocolou ofício solicitando o fornecimento de Equipamento de Proteção Individual (EPI). “Solicitamos também que os grupos de risco dentro desse cenário da pandemia tivessem o direito de serem dispensados do serviço. Considerando que a Guarda Municipal é linha de frente no combate ao coronavírus, reivindicamos da Prefeitura do Natal o mesmo tratamento dado aos servidores da saúde, a exemplo dos 40% de insalubridade, bem como antecipe o pagamento dos guardas municipais, como também foi feito com os profissionais de saúde”, declarou Souza.
Ainda foram apresentados mais dois pontos durante a reunião com a secretária. Em relação ao Parque da Cidade, a prefeitura prometeu contratar seis banheiros químicos para uso exclusivo dos guardas municipais de Natal que trabalham naquele local. O último ponto da pauta diz respeito à denúncia envolvendo uma CGA que coordena um grupamento na Guarda Municipal de Natal. São reclamações de perseguição, despreparo operacional que coloca a vida de agentes em perigo, humilhações, enfim, abuso de poder. Segundo os relatos, muitos se calam por medo de represálias. Nesse ponto, a categoria cobra que seja aberto processo administrativo e exige a saída da CGA da coordenação em questão. A secretária se comprometeu a encaminhar esse problema à corregedoria para que sejam tomadas as devidas providências. “Aguardaremos que toda essa pauta que foi tratada na reunião seja encaminhada o mais breve possível, estaremos atentos cobrando o atendimento às reivindicações da categoria”, concluiu o presidente do nosso sindicato.