Luta assegura recursos na LOA 2022 de Natal para fases do Plano de Carreira dos GMs

A luta do Sindguardas/RN juntamente com os guardas municipais resultou em mais uma importante vitória para a categoria. A Câmara Municipal de Natal aprovou, nessa quarta-feira, 29, a Lei Orçamentária Anual 2022 de Natal e nela estão assegurados os recursos necessários para os pagamentos da segunda fase (em março) e da terceira fase (em setembro) do Plano de Carreira dos guardas municipais.

Na lei aprovada, constam recursos para: “desenvolvimento das atividades administrativas e operacionais, especialmente através de curso de capacitação da guarda municipal, além de garantir a viabilidade de projetos que aproximam o guarda municipal à comunidade local, de forma a garantir mais segurança a população”.

Além disso, também há destaque para a reestruturação da Guarda Municipal, visando: “Fortalecer, ampliar e aperfeiçoar as ações de Segurança Urbana por meio da reestruturação da infraestrutura física, administrativa, tecnológica e operacional”.

No total, a Lei Orçamentária Anual do exercício financeiro de 2022 na capital potiguar estima receitas de R$ 3,7 bilhões, valor 17,47% maior do que o orçamento de 2021.

O presidente do Sindguardas/RN parabeniza mais uma vez os guardas municipais de Natal pela luta realizada em conjunto com o sindicato para buscar cada vez mais melhorias. “A aprovação desses recursos é de extrema importância, mas lembramos que seguimos lutando para garantir que todas as fases do Plano de Carreira sejam implantadas. Por isso, também é importante que nós guardas municipais continuemos mobilizados e atentados às convocações”, destaca Souza Júnior.

DECRETO DO PLANO DE CARREIRA
Sobre o novo decreto que está sendo feito referente ao primeiro processo de promoção, estabelecido em lei para ser implantado em março de 2022, a diretoria do Sindguardas/RN informa que tem feito contato constante com a Secretaria de Segurança para saber do andamento dos trâmites.

Nessa quarta-feira, 29, a secretária Sheila Freitas informou que o processo havia sido remetido ao procurador-geral do Município de Natal, Fernando Pinheiro de Sá e Benevides. Ela disse ao Sindguardas/RN que, juntamente com o secretário municipal de Governo, conversou com o procurador e pediu que o processo seja devolvido à SMG até esta quinta-feira, 30, para então ser encaminhado para publicação.