Sindguardas/RN participa de audiência de conciliação sobre equiparação salarial em João Câmara

A diretoria e a assessoria jurídica do Sindguardas/RN participaram, nesta quinta-feira, 29, de uma audiência de conciliação com a Procuradoria do Município de João Câmara, em ação movida pelo sindicato para pedir a equiparação salarial entre os guardas municipais antigos e novos.

No edital do último concurso público, a Prefeitura estabeleceu vencimento maior do que o que era praticado em João Câmara, com isso, os novos GMs entraram recebendo mais do que os guardas que já estavam na instituição exercendo as mesmas funções.

Diante da injustiça ocasionada por essa situação, o Sindguardas/RN procurou a Prefeitura de João Câmara, ainda no início deste ano, para pedir a equiparação, mas também entrou com ação judicial. Inclusive, houve um alinhamento feito com o prefeito de que, nessa ação, a Procuradoria do Município atuaria no sentido de atender ao pleito.

Por isso, foi buscado a realização da audiência de conciliação, marcada para hoje. Porém, a procuradora que participou da audiência, realizada por videoconferência, informou que não tinha o poder de se posicionar naquele momento, pois somente o procurador-geral o podia fazer.

Mesmo assim, ela assumiu compromisso de que, antes de se esgotar o prazo de defesa estipulado na ação, que é de até 15 dias, a Procuradoria do Município se posicionará favorável ao pleito. Em seguida, o jurídico do Sindguardas/RN também fará manifestação no processo para que o juiz possa julgar o caso.

Já na tarde desta quinta-feira, a diretoria do Sindguardas/RN reuniu os guardas municipais de João Câmara para passar todos os informes a respeito dessa audiência de conciliação, inclusive, explicando os passos jurídicos a serem dados a partir de agora, bem como reforçando a atuação política na luta para que essa injustiça seja reparada.