Sindguardas/RN reúne guardas municipais de João Câmara em assembleia virtual


Os guardas municipais de João Câmara participaram de uma assembleia virtual convocada pelo Sindguardas/RN, nesta sexta-feira, 12, para discutir sobre a construção da pauta de reivindicações de 2021.

Durante o encontro, o presidente do sindicato, Souza Júnior, ressaltou que, desde o início de janeiro deste ano, tenta uma reunião com o prefeito da cidade para discutir as demandas da categoria, mas até o momento não foi recebido.

“No dia da posse dos novos guardas, em 4 de janeiro, nós pedimos pessoalmente ao prefeito que marcasse uma reunião com o Sindguardas/RN e, de lá para cá, temos tentado, inclusive, através do secretariado, mas sem sucesso. Então, é importante deixar claro que a não realização da reunião é responsabilidade da própria Prefeitura, pois o sindicato está disponível e buscando esse encontro há semanas”, afirmou.

Souza Júnior ressalta que a pauta de reivindicações dos guardas municipais é composta por vários pontos, entre eles a equiparação salarial dos mais antigos com os mais novos. “Essa é uma pauta urgente, pois é inadmissível que os mais antigos tenham salário-base inferior aos que acabaram de entrar. Por esse motivo, informamos que o Sindguardas/RN vai entrar com uma ação judicial”.

Ainda de acordo com o presidente do Sindguardas/RN, o jurídico do sindicato já está reunindo o material necessário e nos próximos dias ingressará com ação para garantir que haja essa equiparação.

“Sabemos que os trâmites burocráticos judiciais muitas vezes retardam o julgamento de ações, mas vamos fazer o máximo possível, na esfera jurídica, política e administrativa, para reparar essa injustiça com os guardas municipais”, completa Souza Júnior.

Ainda durante a assembleia virtual, o Sindguardas/RN ressaltou que também vai buscar junto à Prefeitura os outros pontos da pauta, que são: discussão e aprovação do Plano de Carreira; regulamentação do porte de arma de fogo; estrutura e condições de trabalho para execução da atividade policial dos guardas; conselho, fundo e plano municipais de segurança; nomeação dos concursados; e captação de recursos para a Guarda Municipal através de emendas parlamentares.